Ginjal e Lisboa

Ginjal e Lisboa

05 abril, 2013

já tentaste praticar o bem fazendo mal? e o contrário, já tentaste? já?


Ora bolas para isto. Bolas para isto tudo. Bolas para o nada que é isto. Nada para a bola que é tudo. Tudo que não nada para a bola.

Trocas as sílabas do nada e da bola: na-da bo-la. Na-bo da-la. 

Faz pouco de todos. Faz pouco de tudo. Faz pouco de nada. Faz nada de pouco. Nada até fazer pouco. Nada até à bola.

Pratica a bola até nadar tudo. Pratica o nada até bolar tudo.

Troca tintas mas não troques a bola. Nada pouco para não fazeres tudo.

Nada faz sentido. Sente até fazer nada. Nada a bola faz. Nem fala nem ri. Gaita para a bola. Bolas para a bola.

Nem percebo para que é que a bola é para aqui chamada. Foste tu que chamaste a bola? Foste tu que apagaste a chama?

Repito: nada faz sentido. Nada. Bolas!

E pára de fazer tão bem o mal, bolas.




[Alberto Pimenta estreia-se hoje aqui no Ginjal. Em tempos de estranheza é dos seres que melhor usam palavras à toa que gosto de me rodear. Na música, temos gaita de foles pelos Gaitafolia.]


Parede no Ginjal




                                                já tentaste praticar o bem
                                                fazendo mal?
                                                já tentaste praticar o mal
                                                fazendo bem?
                                                já tentaste praticar o bem
                                                fazendo bem?
                                                já tentaste praticar o mal
                                                fazendo mal?
                                                já tentaste praticar o bem
                                                não fazendo nada?
                                                já tentaste praticar o mal
                                                fazendo tudo?
                                                já tentaste praticar tudo
                                                não fazendo nada?
                                                e o contrário, já tentaste?
                                                já?
                                                seja qual for a tua resposta,
                                                não sei que te diga.



                                                ['Já?' de Alberto Pimenta in 'Prodigioso Acanto']



1 comentário:

  1. Há quem faça o mal muito bem e o bem muito mal.
    :)

    ResponderEliminar